Sobre Victoza, diabetes e emagrecimento

  • Sobre Victoza, diabetes e emagrecimento

    victoza

    O Victoza é uma cópia de um hormônio produzido pelas nossas células intestinais (chamado GLP-1), usado para o tratamento de diabetes tipo 2. Em poucas palavras, o Victoza tem a função de colocar o açúcar dentro das células. Ele avisa às células cerebrais que o organismo está saciado e torna o esvaziamento gástrico mais lento.

    Em seu blog, a endocrinologista, coordenadora do curso de Endocrinologia do ISMD, Dra. Cláudia Chang, explica a ação do Victoza: “O GLP-1 estimula o pâncreas a produzir a insulina pós-prandial (que vai diminuir a taxa de açúcar no sangue), reduz a secreção de outro hormônio que antagoniza a ação da insulina e também lentifica a motilidade gástrica, levando a um maior tempo de esvaziamento gástrico e, com isto, maior saciedade”.

    Como o Victoza prolonga a saciedade, tem sido muito procurado e usado por pessoas que querem emagrecer. Mas, apesar de ter demonstrado ser útil no emagrecimento, a  Anvisa alerta que o Victoza não deve ser utilizado por indivíduos saudáveis e não Diabéticos pois ainda não há estudos suficientes que comprovem que ele não prejudique a saúde, quando utilizado com o intuito de emagrecer.

    Desta forma, os especialistas alertam que a resposta sobre quando um remédio será aliado do paciente que quer emagrecer sempre deve sair de dentro de um consultório médico, pois as consequências para a saúde podem ser desastrosas.

    Ainda em seu artigo, Chang afirma: “O uso indiscriminado da medicação (infelizmente, não há solicitação de receita médica para a sua compra) é muito ruim. Isto porque pessoas que não teriam indicação ou que teriam até contraindicação, estão fazendo uso. Com isto, é possível aumentar-se os efeitos colaterais e podemos até ‘perder’ uma medicação que tem potencial uso para obesidade. Isto já aconteceu com outros remédios que eram excelentes para auxílio do controle do peso, mas o uso indiscriminado levou a suspensão dos mesmos”.

    Tendo em vista o importante papel do endocrinologista nestas e em outras situações, no ISMD, o aluno da Pós-graduação em Endocrinologia tem a oportunidade de trabalhar em oficinas diagnósticas durante ambulatório para intensificação do conhecimento, além de revisões dos temas baseada em casos clínicos e diretrizes da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. A pós do ISMD é a única pós que conta com uma equipe multiprofissional (Nutricionista, preparador físico, clínico geral, psicólogo, terapeuta ocupacional dão suporte completo para o paciente). Além de oferecer apoio online técnico-científico ao ex-aluno nos dois anos seguintes ao curso até a realização da prova de Título de Especialista.

    Deixe seu comentário

    Campos obrigatórios estão marcados*

X