Corpo em pauta

  • Corpo em pauta

    Dra. Claudia Chang é coordenadora e professora da pós de Endocrinologia no Instituto.

    Quando o assunto é corpo humano as opiniões se dividem entre aqueles que idolatram a beleza das passarelas e os que repudiam. Essa divergência de avaliação acontece também em relação à saúde.

    Um estudo publicado no Journal of the Medical American Association (JAMA) afirmou que indivíduos com sobrepeso podem viver mais do que pessoas com peso considerado normal, porém, profissionais da área divergem dessa conclusão.

    Para discutir a veracidade desse estudo o portal de notícias Terra ouviu profissionais que explicassem como interpretar a informação veiculada. Entre os entrevistados está à coordenadora e professora de pós-graduação em endocrinologia do Instituto Superior de Medicina (ISMD), Claudia Chang.

    Para a coordenadora, o problema da pesquisa é analisar a mortalidade perante todas as causas e não apenas mortalidade por risco cardiovascular, que é a que possui maior relação com o excesso de peso. “A mensagem mais importante deste estudo é que, embora a correlação entre peso corporal e mortalidade por todas as causas pareça beneficiar os mais ‘gordinhos’, isto não pode ser traduzido como algo inquestionável. No final das contas, dieta saudável e atividade física ainda são, de longe, a melhor maneira de garantir mais anos de vida”, reforça Claudia.

    Deixe seu comentário

    Campos obrigatórios estão marcados*

X